sexta-feira, março 09, 2007

:))

O meu peito é um dominó de trevos.
É um roteiro inacabado.
Um alpendre de violetas.
Coração e artérias desacertados
E cada desacerto é um peito florido.

7 Comments:

Blogger B. said...

lindissimo e puro!

beijooo

1:41 da manhã  
Blogger Moinante said...

Espero que seja um Trevo de quatro folhas ,


Por manifesta falta de tempo , as minhas visitas vão sendo mais raras ,espero que compreendas , não estás esquecida ...
O meu romance continua


Um bom fim de semana .

3:16 da tarde  
Blogger Abssinto said...

bombom!:)

6:59 da tarde  
Blogger £oµ¢o Ðe £Î§ßoa said...

No desacerto do teu peito procuro o caminho das artérias que me levam a um coração inacabado...
(bolas...)

Kiss, até outro desinstante

11:07 da tarde  
Blogger Jose said...

Guardas no teu peito segredos por confessar, abre não tenhas pudor, sente o libertar do peso do segredo.

Belo poema.


Um beijo



José

8:18 da manhã  
Blogger Nilson Barcelli said...

Belas palavras.
O teu poema é pequenino, mas é muito bonito. Gostei dele.
Beijo.

10:55 da manhã  
Blogger 0.0 said...

"um dominó de trevos" !

grande.

Luto para que o meu peito não se torne um dominó de cardos e urtigas. Luto tanto.

E os teus poemas ajudam, a ter força para continuar a amar.

muitos*

12:44 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home