domingo, janeiro 07, 2007

Doce e serenamente...

A tua lingua serpenteia pelas minhas formas e procura nos fluidos do meu desejo o refugio para a grossura que cresce e endurece numa tumefacção incontrolavel. O meu corpo vibra e treme quando encostas a cabeça e me lambes docemente num vai-vem lento e decidido até que os meus gemidos te abafam, e me atiras sobre a almofada de seda, as tuas mãos estão por todo o lado e com a força de quem se quer e se deseja intensamente unimos os nossos corpos e nos fundimos num só de forma arrebatadora. Fogachos de luz me encandeiam, vindos de uma penumbra perfumada e risonha, adoçados pelos beijos que trocamos, enquanto nos sorvemos numa asfixia louca.

5 Comments:

Blogger Mais Vale Só Que Mal Acompanhado... said...

A entrega total não conhece fronteiras nem meias-tintas.
Parabéns pela força e beleza da imagem e das palavras.

Bjs.

5:18 da tarde  
Blogger MJ said...

"enquanto nos sorvemos numa asfixia louca."
Bem... quem agora ficou sem ar fui eu... Um erotismo muito belo.
Parabéns!

Beijo

6:47 da tarde  
Blogger Lady Di Arreia said...

Parabéns! Um blog de explosao feminina!!!

4:19 da tarde  
Blogger José said...

Muito obrigado pela tua visita ao meu blog, assim tive a sorte de conhecer o teu que está divinal, com um dialecto que eu me identifico.

Um beijo terno



José

8:33 da tarde  
Blogger alquimista said...

"... unimos os nossos corpos e nos fundimos de forma arrebatadora"

Belo!!!

9:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home